Ela chorava todos os dias, mas sempre de madrugada. Pois era a hora que batia a carência e todos os sentimentos se juntavam. Ela chorava por tudo. Talvez fosse porque ela não sabia o que fazer ou até mesmo não podia fazer nada. Chorava principalmente por ter saudade. Saudade de como tudo era antes, saudades de algumas amizades que se foram, mas que eram muito importantes pra ela. Saudades de quando ela não se preocupava com nada, e só pensava em brincar. Ela tinha perdido as pessoas mais importantes da sua vida. Ela se via sozinha, com um vazio enorme no peito. Um vazio que ela sabia que não seria tão fácil de se preencher. Ela precisava de alguém, um namorado talvez. Um alguém pra faze-la feliz ou pra que pelo menos ela pudesse se sentir bem. Mas ela sabia que isso não seria fácil. Ela só queria um alguém que gostasse realmente dela, que lhe desse teu valor merecido. Ela só queria uma amizade verdadeira, uma amizade que ela pudesse contar toda hora, que pudesse contar seus segredos com a certeza de que ficaria ali. Ela se via perdida, talvez até mesmo confusa com a vida. Ela só queria seu próprio bem. Só queria parar de chorar todas as madrugadas, pois suas lágrimas já estavam se secando e tudo estava virando ódio. Ela só precisa de alguém que se importe realmente com ela. Ela não está mais ligando pra quase nada. Ela ta deixando a vida passar, esperando esse alguém que possa faze-lá mudar de opinião. Mas ela também sabe, que não pode abaixar a cabeça e desistir a essa altura do campeonato! E com certeza, ela acredita que Deus sabe o que é melhor pra ela.
Falar sem aspas, amar sem interrogação, sonhar com reticências, viver sem ponto final.
Charles Chaplin.  (via maisumnasociedade)

postsecretbrasil:

(frente)

Eu achei este bilhete na calçada do caminho até a escola. Eu sou professora e trabalhar com os pais às vezes me faz ter vontade de arrancar os cabelos.

Isto restaurou minha opinião.

Obrigada.

(verso)

Novembro - muitas coisas legais estão chegando.
(segundas-feira não são uma delas - mas nós podemos fazer que seja)

xoxoxo S2 mãe

postsecretbrasil:

Agradeço meus amigos, que cometeram suicídio, pois isso me mostrou como isso pode machucar os que ficam para trás, o que consequentemente me fez pensar duas vezes sobre minhas opções…

… Mas, eu também os invejo.

O mundo se preocupando com crises financeiras, a população revirando o bolso pra achar uma moeda. E eu aqui, preocupado com crises de identidade, revirando o espelho pra achar quem eu sou.
João Pedro Bueno, Sabedorias.  (via maisumnasociedade)
Ela chorava todos os dias, mas sempre de madrugada. Pois era a hora que batia a carência e todos os sentimentos se juntavam. Ela chorava por tudo. Talvez fosse porque ela não sabia o que fazer ou até mesmo não podia fazer nada. Chorava principalmente por ter saudade. Saudade de como tudo era antes, saudades de algumas amizades que se foram, mas que eram muito importantes pra ela. Saudades de quando ela não se preocupava com nada, e só pensava em brincar. Ela tinha perdido as pessoas mais importantes da sua vida. Ela se via sozinha, com um vazio enorme no peito. Um vazio que ela sabia que não seria tão fácil de se preencher. Ela precisava de alguém, um namorado talvez. Um alguém pra faze-la feliz ou pra que pelo menos ela pudesse se sentir bem. Mas ela sabia que isso não seria fácil. Ela só queria um alguém que gostasse realmente dela, que lhe desse teu valor merecido. Ela só queria uma amizade verdadeira, uma amizade que ela pudesse contar toda hora, que pudesse contar seus segredos com a certeza de que ficaria ali. Ela se via perdida, talvez até mesmo confusa com a vida. Ela só queria seu próprio bem. Só queria parar de chorar todas as madrugadas, pois suas lágrimas já estavam se secando e tudo estava virando ódio. Ela só precisa de alguém que se importe realmente com ela. Ela não está mais ligando pra quase nada. Ela ta deixando a vida passar, esperando esse alguém que possa faze-lá mudar de opinião. Mas ela também sabe, que não pode abaixar a cabeça e desistir a essa altura do campeonato! E com certeza, ela acredita que Deus sabe o que é melhor pra ela.
Não quero chegar aos 90 anos, morrer e pensar: “eu podia ter tentado.
S.O.S do amor.  (via o-teimoso)

Sabe quando você começa a conversar com seus olhos pedindo “Não chora, por favor não chora”?

Tem pessoas que não quero ver saindo da minha vida. Já perdi muitas pessoas, e sinceramente? Não estou preparado para mais perdas, eu sei o quando dói, e não quero sentir essa dor tão cedo.
Marcello Henrique. (via sou-inseguro)